sexta-feira, 22 de maio de 2009

Atravessei algumas madrugadas, mas não de bicicleta. De skate no pé, tentando fazer aquela magia plástica que sempre volta à cabeça.

Sim, eu sou um idealista. E romântico. E, ainda mais, um observador. Não dos bons, mas sou. E às vezes me esforço pra manter os pés do chão e não sair carregado pelo vento, olhando pra baixo.

Uma das canções da minha adolescência, When I get old, dos Descendents. Não tem essa de velho, de novo, de nada. A vida sempre se abre e fecha em seus momentos e eu me sinto sempre diferente, mas carregando a mesma essência de quando eu mandava um frontside noseslide e saía todo feliz.

E eu adoro dormir no chão.




what will it be like when I get old
will I still hop on my bike, and ride around town
will I still want to be someone, and not just sit around
I don't want to be like other adults
cause they've already died
cool and condescending, fossilized
will I be rich will I be poor, will I still sleep on the floor
what will it be like when I get
what will I be like when I get
what will it be like when I get old
will I still kiss my girlfriend and try to grab her ass
will I still hate the cops and have no class
will all my grown up friends say they've seen it all before
they say hey act your age and I'm immature
will I do myself proud or only what's allowed
what will it be like when I get
what will I be like when I get
what will it be like when I get old
will I sit around and talk about the old days
sit around and watch t.v. I never want to go that way
never burn out not fade away
as I travel through my time will I like what I find
what will it be like when I get
what will I be like when I get
what will it be like when I get old

3 comentários:

Ana Carolina disse...

sempre preferi skate a bicicleta

Altos e baixos de uma pessoa (a)normal disse...

Eu adoro dormir no chão [2]

Se bem, q eu ja dormi em show de rock... Ja dormi em pé... ja dormi em ombro de estranhos no metrô...

Que saudade do sono.

Dani disse...

Gostei do poeminha e concordo bastante, especialmente com a música...como vai ser quando ficarmos velhos? Também não quero ser chata hehe